Translate

17-Junho, o Dia da Consciência em memória de Sousa Mendes

sábado, 22 de maio de 2010
Amigos de Sousa Mendes pedem ao Vaticano que declare o dia 17 de Junho como o Dia da Consciência, em memória do Acto de Consciência de Aristides de Sousa Mendes, há 70 anos em Junho de 1940.Em carta enviada de New York a 25-Abril-2010, endereçada à Sua Eminencia Tarciso Cardinal Bertone, Secretário de Estado do Vaticano, João Crisóstomo dá voz à vontade de muitos amigos de Aristides de Sousa Mendes para que o dia 17 de Junho passe a ser considerado simbolicamente o Dia da Consciência, “para recordar e agradecer todos os diplomatas e não-diplomatas que tiveram a coragem de seguir a sua consciência, salvando centenas de refugiados, judeus ou não, dos horrores do Holocausto”.

O objectivo do projecto “Dia da Consciência” que é coordenado por João Crisóstomo, um entusiástico activista da memória de Aristides de Sousa Mendes, é de promover a boa vontade e compreensão entre os povos, mas também para inspirar, promover e motivar a compreensão e tolerância entre as pessoas no nosso quotidiano.

Comemorar o Dia da Consciência dá-nos a oportunidade de conhecer melhor o acto heróico de Aristides de Sousa Mendes e de reflectir como podemos aplicar as lições da consciência e o seu exemplo de tolerância, de inclusão e de coragem nas nossas próprias vidas.

A consciência não se vê, apenas se sente, mas é preciso aprender a ouvir os seus ensinamentos.
A consciência continua a ser essencial para a convivência pacífica em sociedade. Apesar de intangível, o impacto de actos de consciência como o de Aristides de Sousa Mendes são bem visíveis na história, e se olharmos bem, também no nosso dia-a-dia.

Já está confirmada a Missa de Acção de Graças no dia 17-Junho, 18h, na Igreja Santa Maria di Trapontina, no Vaticano, concelebrada por Sua Eminencia Claudio Cardinal Hummes, Sua Eminencia William Cardinal Levada e Sua Eminencia Renato Raffaele Carinal Marino.

Recordamos que o Dia da Consciência foi comemorado pela primeira vez em 2004 pela ocasião do 50º aniversário da morte do diplomata. Pedimos a todos os amigos de Sousa Mendes quem apoiem esta campanha, enviando este artigo para os seus amigos, o seu pároco, e todas as pessoas de boa vontade.
Fonte: Blog Amigos de Sousa Mendes
Mensagem de João Crisóstomo:
"Obrigado pela divulgação da ideia e projecto "Dia da Consciência". Mas há que por os pontos nos i's. A idea e projecto nao é da exclusiva ideia minha: foi uma ideia debatida e amadurecida ao longo de varios anos por varias pessoas, especialmente com Mariana Abrantes. Eu achei maravilhoso o que há dez anos se fez ( que eu saiba pela primeira vez): uma cerimónia muito relevante em Bordéus para lembrar este dia 17 de junho. E daí que me veio a ideia que a este dia, pelo seu significado, se devia recordar e dar mais realce ainda do que outras datas como a data do nascimento, morte etc.
O que destaca Aristides de Sousa Mendes de entre tantos outros humanistas da WWII é realmente este corajoso acto, esta decisão neste dia. ...Assim, em 2003 levei a cabo num clube prestigioso de Nova Iorque (National Arts Club, em Gramercy Park) um evento para testar a "receptividade" a esta ideia especialmente nos meios culturais em New York. Com a ajuda do Rabbi David Baron de Beverly Hills, quem consegui convencer e que veio propositadamente a New Yorque para ser o " Keynote Speaker", o evento foi realmente muito bom. E assim nasceu a ideia de lembrar e dar relevancia a este dia.
No ano seguinte ( 50º aniversario da morte de A.S.Mendes) foi sobretudo neste dia que concentrei esforços, e como sabem este dia foi lembrado e agradecido com cerca de 50 missas em 22 paises. A estas missas, graças ao apoio de muitos a quem pedi auxilio, mas sobretudo da IRWF, juntaram-se muitas sinagogas e outras instituições, como por exemplo a Universidade de Vila Real. Houve um total superior a 80 eventos em todo o mundo. Foi nesta altura que se comecou a falar que este dia devia ter um nome especial e, graças especialmente a Mariana Abrantes, acabou-se por se adoptar defitivamente a desigação de Dia da Consciência, como a idea a focar e realcar o elemento mais importante...

A minha sugestão e pedido a todos vocês é de que arregaçarem as mangas e de daremm o vosso apoio a esta idea - AGORA: e-mails, telefonemas, contactos directos ou indirectos...
Não tenham receio de que vão ou não ser ouvidos, que vão ou não conseguir falar com alguém que possa fazer uma diferença. Podem acreditar que muitas, mesmo muitas das vezes em que me meto numa campanha nem sei com quem falar nem onde começar. E, quando menos espero as coisas comecam a andar. E se receberem uma resposta "um pouco assim, assim", sejam perseverantes e teimosos, que é a única maneira de se conseguir algo."

1 Comentários:

Anónimo disse...

Amigos:
Devemos sim comemorar nesse dia"o Dia da consciência",é mais um dia.
Mas nos restantes dias do ano,devemos cultivar essa tão prodigiosa qualidade da mente que se encontra muito afastada na sociedade dita civilizada de hoje.
Obrigado

Enviar um comentário