Translate

3º Aniversário ACROP - 10/10/10

segunda-feira, 11 de outubro de 2010
Ontem, foi dia de Festa no Penedo.

A ACROP comemorou o seu 3º aniversário, abrilhantado pela presença do Grupo Onda Viva.















O habitual lanche, também não podia faltar...




Fotos cedidas por: JCC

17 Comentários:

Anónimo disse...

Parabéns à ACROP, aos seus corpos sociais e sobretudo ao seu Presidente.
Tenho pena de não poder ter participado.
CC

António disse...

Parabéns Penedo.

Anónimo disse...

PARABENS PENEDO BOA ORGANISAÇAO

Anónimo disse...

Continuas a dar erros de palmatória.

JCC disse...

O povo de Penedo ficou maravilhado com a actuação do "Grupo de Dança Onda Viva". Gratos pela sua actuação e parabéns pelo profissionalismo demonstrado pela Liliana Marques.

Ângela Almeida disse...

Muitos PARABENS á associaçao do Penedo pois estava tudo espetacular desde do convite a atuaçao do grupo ONDA VIVA ao MEGA lanche continuem

Liliana Marques disse...

Nós é que agradecemos o convite que nos fizeram e a aportunidade de mostrarmos o nosso trabalho.
Muito obrigada em nome de todo o grupo ONDA VIVA...

Anónimo disse...

aprende a escrever primeiro, tu das 22.38. grupo onda viva, ainda teem que subir mais degraus, estão nos ultimos, falta muito para serem alguém...

JCC disse...

Este anónimo das 14:00 do dia 14 tem a ignorância de aconselhar a aprender a escrever alguém e depois, demonstrar no seu texto, não ter lido a gramática elementar. É melhor ouvir vozes simples de pessoas que os gritos de animais revoltados pá !!!.O respeito mínimo é bonito.

Anónimo disse...

JCC vai dar uma curva.
deves ter a mania que és mais importante que os outros.
foi uma critica construtiva, se levaste a mal, temos pena.

anónima disse...

os passos das danças são sempre os mesmos, só mudam as músicas, já cansa, estar sempre a ver a mesma coisa.
em alguma parte concordo com o anónimo.
mas temos que ver, já que não há melhor.

JCC disse...

Esta anónima faz lembrar-me, da nossa História, o tempo em que os nossos tecidos tinham que ir para Inglaterra para depois serem vendidos em Portugal com o nome de Corte Inglês. Sem esta operação não tinham valor nenhum em Portugal.
Esta mentalidade ainda hoje perdura na cabeça de muita gente.
Se um grupo, mesmo como "Os Delfins", fosse natural de Beijós, também não teria valor nenhum, porque eram sempre os mesmos e com o mesmo tipo de música. Ninguém "cresce na vida"desdenhando do produto que cria em casa, embora seja importante, com o tempo, ir melhorando a sua qualidade.

Liliana Marques disse...

Infelizmente há pessoas que nasceram para criticar o que os outros tentam fazer pela sua terra...
Juntem-se os anónimos todos e façam um grupo de dança melhor, ainda vamos gostar de vos convidar para actuar e mostrar as vossas coreografias e músicas tão diversificadas...

outra anonima disse...

para fazer figurinhas tristes como voçes, mais vale estar quieta e sossegada no meu canto e rir-me ás vossas custas. ahahahahahahahah

Anónimo disse...

Liliana, é normal que nem toda a gente goste. Saber ouvir é uma virtude. As críticas negativas em geral são as que mais ensinam. Por isso, tal como recolhes os louros pelas críticas positivas, também deves respeitar as negativas.

Jota Jota disse...

Em Beijós toda a gente tem sangue judeu...andam sempre com a mania da perseguição.devem ser descendentes dos que o aristides salvou...que gentinha...e ja agora os delfins não tem valor nenhum independentemente da sua naturalidade

Anónimo disse...

atrasado se sabes melhor canta e danca tu

Enviar um comentário