Translate

TDT - problemas de recepção continuam

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013
Segundo um estudo da   DECO   de novembro de 2012,  "62 por cento das casas com Televisão Digital Terrestre experimentam “problemas de receção do sinal”. Um ano após o início do processo de migração do sistema analógico para a TDT, a Associação para a Defesa do Consumidor denuncia o que considera ser um “panorama desolador” reconhecido “tarde e a más horas” pela Autoridade Nacional de Comunicações."

Quebras de imagem, chuva, falta de som e mesmo a não visualização” foram algumas das deficiências apuradas no estudo-"

Esta é uma situação intolerável que representa uma marcha atrás.  O regulador dos serviços públicos de telecomunicações, ICP-ANACOM, lançou uma consulta pública de recolha de comentários e reclamações.

Beijós é um dos sítios mais mal servidos pela TDT.   Já reclamou?   
Quem cala consente! 

Para reclamar junto da ICP-ANACOM  , www.anacom.pt
Para reclamar junto da DECO www.deco.proteste.pt/,

Ver o artigo completo em http://www.rtp.pt/noticias/index.php?article=625672&tm=8&layout=121&visual=49 ,
e em http://www.deco.proteste.pt/tecnologia/televisores/noticia/tdt-mais-de-metade-enfrenta-problemas-sinal,
 http://www.deco.proteste.pt/tecnologia/nc/comunicado-de-imprensa/tdt-anacom-reconhece-finalmente-problemas-de-sinal-denunciados

10 Comentários:

PPP Lusofonia disse...

Reclamação à ICP-ANACOM
Av. José Malhoa, 12, 1099 - 017 Lisboa

A qualidade dos serviços de telecomunicações tem-se degradado significativamente nos anos recentes.
Apesar de ter investido nos novos equipamentos para a TDT, há mais "chuva" na televisão do que na rua.
Algumas pessoas passam metade do mês sem telefone fixo. Se encaminharem chamadas para o telefone móvel, podem pedir à PT para pagar esse encaminhamento, mas só até ser re-estabelecido o serviço de telefonia fixo.

Molhado disse...

Isso mesmo, CHOVE na minha televisão

PPP Lusofonia disse...

A Segurança Social vai subsidiar 200.000 idosos carentes e isolados na compra de antenas (61 euros) ou descodificadores (22 euros) para recuperar a recepção de televisão?

Espero bem que este subsídio esteja a ser pago pela PT e pelos operadores e não pelos contribuintes.

Anónimo disse...

A ANACOM é um regulador totalmente capturado pelos regulados.

PT diz disse...

PT diz que "não há corrupção na TDT" e vai levar a tribunal investigador que apontou para a captura do regulador e os indícios de corrupção.

Vamos ver o que diz a justiça então.

Sugestões para o problema da TDT disse...

Algumas sugestões para o problema das TDT

http://tvdigital.wordpress.com/2013/02/08/um-importante-contrubuto-para-melhorar-a-tdt/

ANACOM responde disse...

A ANACOM responde:
1. Saiba o que fazer em caso de dificuldades na receção do sinal digital terrestre:
Em primeiro lugar, é importante que confirme qual o modo de acesso ao serviço na sua morada. Para informação precisa, recomendamos que o faça através da página da TDT na Internet (http://tdt.telecom.pt/#lnkPasso2), pesquisando pelas coordenadas geográficas do local. Em alternativa, poderá ligar o número gratuito 800 200 838.
Se residir numa zona com cobertura TDT e estiver com dificuldade em aceder ao serviço, recomendamos que siga os quatro passos seguintes:
(1) confirme se as especificações técnicas dos seus equipamentos (televisão ou descodificador) respeitam, no mínimo, duas condições: compatibilidade com a norma DVB-T e descodificação de vídeo em MPEG-4/H.264;
(2) verifique a sua instalação de receção nomeadamente, se todas as ligações se encontram bem efetuadas, e se todos os cabos e fichas estão em boas condições e corretamente ligados;
(3) verifique se a antena de receção exterior de que dispõe é adequada à receção do sinal digital (a faixa de funcionamento deverá abranger a parte alta da faixa de UHF) e se a mesma se encontra orientada para o emissor que melhor serve a sua área de residência (poderá consultar esta informação em http://tdt.telecom.pt ou ligar 800 200 838) e, se necessário, proceda à sua reorientação;
(4) verifique se tem instalado um amplificador, que é normalmente necessário para fazer face às perdas introduzidas, quer pelos cabos coaxiais, quer pelos repartidores e tomadas de TV.
Chamamos a atenção para o facto de que dificuldades na receção do sinal relacionadas com problemas nos equipamentos e instalações (descodificadores, antenas, ligações, entre outros) são da responsabilidade de cada utilizador TDT.

2. Contacte-nos se o problema se mantiver:
Caso as dificuldades no acesso ao serviço se mantenham mesmo após confirmação da adequação da sua instalação de receção, solicitamos que nos encaminhe nova comunicação, indicando o número que atribuímos ao seu processo - SGTSM 6563/2013. Agradecemos que, se possível, nos indique as coordenadas geográficas associadas à sua morada, e que nos disponibilize informação sobre:
- qual o emissor para o qual se encontra orientada a sua antena de receção;
- a altura aproximada da antena em relação ao solo;
- se tem um amplificador de sinal instalado;
- que equipamento utiliza para receber a TDT (televisor com descodificador integrado, descodificador TDT, outro);
- quando é que efetuou a migração para a TDT;
- desde quando é que tem dificuldades na receção da TDT;
- se já acedeu à TDT convenientemente;
- se tem conhecimento de vizinhos com boa receção do sinal TDT;
- se a instalação foi efetuada por um técnico habilitado e, em caso afirmativo, se este já verificou esta anomalia no acesso à TDT.
Na posse desta informação ser-nos-á possível avaliar a sua situação junto do operador de rede, a PT Comunicações.

Vá a www.anacom-consumidor.com e mantenha-se informado!

ANACOM responde (cont) disse...

3. Conheça as condições de acesso à TDT nas zonas de cobertura por satélite:
Se, pesquisando em http://tdt.telecom.pt ou ligando 800 200 838, obtiver informação de que reside numa zona de cobertura complementar via satélite (DTH), para aceder ao serviço gratuito de televisão digital deverá adquirir um Kit TDT Complementar (DTH), vendido e subsidiado pela PT Comunicações.
O operador habilitado está obrigado a disponibilizar às populações residentes em zonas satélite ou DTH, pelo menos, os mesmos serviços que garante nas zonas cobertas por via terrestre, bem como níveis de serviço e condições de acesso dos utilizadores finais equiparáveis.
Assim, o preço do primeiro Kit TDT Complementar (DTH) - que inclui o descodificador, o telecomando, cabos de ligação e um smartcard, e que poderá ser adquirido em qualquer das lojas da PT Comunicações indicadas em http://tdt.telecom.pt//recursos/apresentacoes/Lista%20de%20Pontos%20de%20Venda%20TDT%20Complementar.pdf -, bem como do primeiro descodificador adicional, é, para as pessoas que não possuam serviços de televisão paga nas suas moradas, de 30 euros, após comparticipação, valor em linha com o preço médio de descodificadores TDT vendidos entre outubro de 2011 e fevereiro de 2012.
Para solicitar a comparticipação para a aquisição dos primeiro e segundo Kits DTH deve proceder de uma das seguintes formas:
i) adquirir o equipamento pelo valor total (77 euros), sendo depois devolvido o montante fixado para a comparticipação (47 euros), após envio para o apartado postal do Serviço TDT de formulário de comparticipação preenchido e dos documentos comprovativos exigidos pela PT Comunicações (saiba mais em http://tdt.telecom.pt/custos/Default.aspx?code=XzX652);
ii) encomendar o Kit DTH e, após confirmação da PT Comunicações, no prazo de 5 dias úteis, do cumprimento de todos os requisitos necessários para a comparticipação, levantar o equipamento na loja pagando apenas 30 euros por Kit (até um máximo de dois por casa).
Se pretender, pode ainda solicitar a instalação dos equipamentos à PT Comunicações, que deve assegurar esse serviço pelo valor máximo de 61 euros (este valor inclui a antena parabólica, a cablagem e o trabalho de instalação da antena e do descodificador).

4. Onde pode obter mais informação:
Se tem dúvidas sobre a TDT, em particular sobre a forma de receção da TDT na sua zona, os equipamentos a adquirir, as condições de atribuição de subsídios e compartições, entre outras, ligue gratuitamente o número 800200838, aceda ao sítio na Internet http://tdt.telecom.pt ou dirija-se à sua Câmara Municipal, Junta de Freguesia ou ao Centro de Informação Autárquico ao Consumidor (CIAC) mais perto de si.
Vá a www.anacom-consumidor.com e mantenha-se informado!

Ricardo Marques disse...

Ja ligaram para a linha da apoio à TDT?

800 200 838

DECO reclama sobre TdT disse...

Reclmanação da DECO à ANACOM pode beneficiar consumidores
http://m.tsf.pt/m/newsArticle?contentId=3511112&page=1

Enviar um comentário