Translate

Qual é a coisa, qual é ela...

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Qual á a coisa, qual é ela?
Para que serve?
Onde está?

14 Comentários:

Anónimo disse...

Parece ser um forno que serve para cozer pão ou fazer aqueles belos assados (leitão, cabrito etc)

hawk76 disse...

Um forno de cozer pão a lenha. O local, é dificil. Talvez na antiga padaria de Beijós...

Anónimo disse...

Sim, não fui explicito no 1º comentário mas é seguramente um forno de lenha antigo. Não faço a menor ideia onde se localiza porque não conheço Beijós assim tão bem.

Tobias disse...

Cheira-me a pão da antiga padaria da D. Amélia, pelo estilo arquitectónico é um forno tipo industrial!

Anónimo disse...

A mim também me parece o forno da antiga padaria .
Se é muito pão cozeu para toda a população de Beijós!!!!!!!!!!!!

Isabel Clara
Damaia
( mas vai como anonónimo)

beijokense disse...

Alguém falou em leitão?

hawk76 disse...

O da antiga padaria é maior, mas não sei se há só um...

roger.a disse...

portaria de três grandes pedras e telhas misturadas com tijolos na construçaõ deve ser do século IXX, pertinho duma ponte, creio.

Beijoz disse...

Este forno dava para alimentar uma família de cada vez

Anónimo disse...

De que século.

Anónimo disse...

Do século XIX ou antes.
Não é um forno industrial, talvez comunitário.

Deldoreto disse...

É o forno do Lugar d'Além!

crente disse...

Em semana do património cultural, arqueológico e outro este forno (tão perto donde passam centenas de pessoas por dia, quase que lhes morde) é bem o exemplo do que existe em Beijós (e não só) a precisar de um trabalho profissional e perseverante de preservação e de divulgação: fornos, lagares de vara (do vinho), lagares de azeite, várias dezenas de moinhos de água, alfaias e apetrechos agrícolas.
Faltará muita coisa. Património não falta.

99% deste património é privado. Mas será que as autarquias não têm uma palavra a dizer e trabalho a fazer para essa preservação e divulgação?

Beijoz disse...

Transformar este patronio disperso em percursos documentados, sinalizaddos e visitáveis como o Percurso Patrimonial das Chãs é valorizar e partilhar a nossa história e atrair visitantes.
Continuem!

Enviar um comentário