Translate

Haverá lítio na nossa aldeia?

2021/08/16

 A exploração do mineral lítio (lithium) utilizado nas baterias elétrica é um tema muito complexo e polémico.  

Os riscos ambientais são fortes e quase certos, os benefícios muito menos. 

A informação e discussão deve ser aberta e abrangente. 

No final, não será aceitável que não se procure tecnologia que possa conciliar os objetivos mais importantes, quer ambientais, quer económicos. 

Veja-se o caso das centrais elétricas  a carvão (coal).  Depois de mais de um século a queimar carvão em centrais com mais de 5000 MW de capacidade, países industrializados agora bloqueiam e instalção de centrais de 300 MW em países
com menos de 20% de eletrificação e com grandes jazigos de carvão a 200km de distancia. 

https://www.carbonbrief.org/countdown-to-2025-tracking-the-uk-coal-phase-out

https://www.theguardian.com/news/2020/dec/08/the-curse-of-white-oil-electric-vehicles-dirty-secret-lithium

https://www.infoescola.com/elementos-quimicos/litio/ 


Viveiros Valter premiada por produtos e serviços de Beijós

 São quatro as empresas sedeadas no Concelho de Carregal do Sal que conquistaram o estatuto PME PME Excelência 2020:

- Jolumo – Embalagens do Centro Lda.

- Moments of Glass Unipessoal Lda.

- Ripórtico – Engenharia Lda.

- Viveiros Valter Lda.

O Selo de reputação, atribuído pelo IAPMEI e Turismo de Portugal (no caso das empresas do setor do Turismo), em parceria com bancos parceiros e Sociedades de Garantia Mútua, distingue as empresas pelos melhores desempenhos económico-financeiros e de gestão.

 


Mangualde atrai investimento de 50 postos de trabalho

Nova unidade fabril de produção de matérias-primas como poliuretanos (espumas), fibras sintéticas e componentes de molas (para automóveis e mobiliário)terá um elevado nível tecnológico com a criação de fortes unidades de investigação e desenvolvimento é condição obrigatória deste projeto 

 https://www.faroldanossaterra.net/2021/08/11/novo-investimento-em-mangualde-com-50-postos-de-trabalho-no-inicio/

Interior procura e apoia novos residentes... e venham mais cinco

“O apoio financeiro direto a conceder a quem se mudar para o interior é de 2.633 euros, a que acresce uma majoração de 20% por cada elemento do agregado familiar (até ao limite de 1.316 euros). É ainda comparticipado o custo de transportes de bens, até ao limite de 878 euros”. Pode ser atribuído um apoio financeiro direto de até 4.827 euros a quem se muda do litoral para o interior de Portugal para trabalhar.

Alargar estes apoios a cidadãos estrangeiros é mais uma forma de contribuir para a atratividade e competitividade destes territórios”.

Casas devolutas por aqui há muitas!


https://www.noticiasdeviseu.com/governo-alarga-a-residentes-no-estrangeiro-programa-de-apoio-a-mobilidade-para-o-interior/

Parteira Tradicional acompanhou muitas famílias de Beijós

2021/08/10

 Publicado  8 de março 2021   · 

No Dia da Mulher 2021, vamos recordar a Sra. Beatriz Almeida Araújo, a Parteira Tradicional que assistiu ao parto de dezenas de crianças na nossa aldeia. Veio para Beijós jovem, casada com João Abreu.  Ficou viúva há 100 anos, quando o marido morreu na pandemia da "pneumónica". 

Criou as filhas e tornou-se indispensável para muitas famílias, acompanhando as mães e os bebés durante as primeiras semanas, com os banhos, a estimulação, o tratamento do umbigo. Uma verdadeira "sage-femme", a boa senhora  sabia fazer triagem, sabia reconhecer quando o trabalho de parto se complicava e a parturiente necessitava de cuidados hospitalares.

Seguia-se então a corrida para Coimbra por estradas sinuosas, e o parto por cesariana, tão raro e excecional naquele tempo como é agora o parto domiciliário em muitos países. 

Obrigada Sra. Beatriz!  E agradecimentos à neta Virgínia que facultou as fotografias, já velhinha com mais de 80 anos, e uma "jovem" de olho vivo e cabelo branco aos 70 anos em 1958. 

É assim que nos lembramos dela.

Finalmente vamos poder identificar e registar os nossos terrenos de forma simples e gratuita no BUPi

2021/07/23

Aquele olival onde os primos se juntavam para ajudar o avô a apanhar a azeitona ainda está no nome do vosso trisavô?  

E o pinhal acima nem sequer consta na Conservatória?  

Agora podem identificar e registar os vossos terrenos de forma simples e gratuita no novo BUPi, Balcão Único do Prédio que vai funcionar na Câmara Municipal do Carregal do Sal a partir de 28-junho-2021.  

Este serviço publico de registo predial vai utilizar uma plataforma inovadora permite identificar as suas propriedades remotamente, de forma simples e gratuita, a melhor forma de garantir a titularidade dos seus terrenos e marcar os limites e estremas.  Note-se que a inscrição das propriedades nas Finanças, com número de Matriz e Caderneta Predial em seu nome não basta para garantir os seus direitos.  É imperativo ter a inscrição na Conservatória do Registo Predial em dia para confirmar os seus direitos e executar qualquer transação de compra, venda, permuta ou doação de prédios rústicos ou prédios urbanos.  

Este novo serviço público municipal é de grande valor acrescentado para os munícipes e para o próprio Município que poderá planear e gerir o seu território de forma mais eficiente a assim promover a sustentabilidade das nossas terras e populações. 

 O BUPi de Carregal do Sal vai funcionar junto do Balcão Multisserviços da Câmara Municipal.   O funcionamento está assente na articulação com as demais entidades envolvidas no projeto (IFAP, AT, IRN, etc.) e é gratuito para o utente durante 4 anos

Este novo serviço baseia-se na  Representação Gráfica Georreferenciada (RGG) e está acessível  a proprietários, quer tenham ou não  prova documental de posse, com dois procedimentos diferenciados: 

  1. Procedimento especial de justificação – o interessado não dispõe de documento comprovativo do seu direito 
  2. Procedimento especial de registo – o interessado dispõe de documento comprovativo do seu direito.

O serviço vai ser executado por dois técnicos que irão estabelecer contactos de proximidade para o efeito junto da população. Os equipamentos informáticos e viatura são também co-financiados pelos Fundos FEDER ao abrigo de uma candidatura submetida pela CIM Viseu Dão Lafões que engloba 14 municípios, no âmbito do Aviso N.o CENTRO 62-2020-10 – Sistema de apoio à transformação digital a Administração Pública. 

Para mais informações e formulários relacionados com este novo serviço público, favor consultar  https://bupi.gov.pt/t    

Adicionalmente pode colocar dúvidas e questões por e-mail para  bupi@cm-carregal.pt,                      ou  por telefone para o telefone 232 960 480.  

Esta iniciativa promete! Que venha em boa hora! 

Vamos lá já tratar da papelada, 4 anos passam num instante. 

Minifundio prejudica agricultura http://antoniopovinho.blogspot.com/2006/10/minifundio-continua-prejudicar.html

CM Nelas continua a poluir e não responde a pedido de informação que recebeu a 28-Junho-2021 sobre descargas poluentes

2021/07/19

 

A Câmara Municipal de Nelas não responde ao pedido de informação que recebeu a 28-Junho-2021 e continua a poluir, mais recentement água negra. 



Exposição dos factos: A nossa ribeira em Beijós tem sofrido e continua a sofrer frequentes impactes negativos, o mais recente dos quais consistiu numa uma enorme quantidade de “espuma” visível logo no limite do município e no Poço da Relva durante mais de uma semana. 

As populações afetadas a jusante de Nelas não têm recebido as necessárias alertas nem indicações de como se devem proteger destes surtos de poluição.

Este incidente ambiental mais recente foi comunicado às autoridades competentes, nomeadamente Agência Portuguesa do Ambiente (APA), ao Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) e à Comissão de Coordenação e Desenvolvimento da Região Centro (CCDRC), com tramitação na Camara Municipal de Carregal do Sal e na Camara Municipal de Nelas.  

Pedidos: Por razões de defesa dos direitos de cidadania que me assistem, venho solicita informação sobre a gestão de riscos ambientais decorrentes das ETARs de Nelas a fim de remediar a falta de informação necessária como Parte Interessada, ao abrigo do artigo 82.º do Código do Procedimento Administrativo, aprovado pelo Decreto- Lei n.º4/2015, de 7 de janeiro, na sua atual redação pelo que se solicita que se admita o presente requerimento e se facilite o direito à informação referida, nomeadamente:

1)      Favor facilitar a obtenção de cópia dos documentos que integram o processo administrativo em curso, ou no mínimo aqueles que possam afetar os meus direitos e interesses legítimos, designadamente a contaminação das nascentes de água confinantes com a ribeira, a informação se a água da ribeira poderá ser ou não continuar a ser utilizada para efeitos de regra e de alimentação de animais nos terrenos agrícolas também confinantes e nos quais são produzidos produtos agrícolas de subsistência, bem como a Camara Municipal de Nelas pretende salvaguardar o cumprimento de todos os requisitos legais para que impactes como os das descargas poluentes das ETARs de Nelas na Ribeira de Travassos não se voltem a verificar.

2)       Favor facultar cópia oficial da licença de descarga das ETARs de Nelas para o meio recetor da Ribeira de Travassos e quais os seus limites de caudal e de carga poluente, indicando também o link online onde a licença pode ser consultada.

3)      Favor facultar cópia oficial de Resumo Não Técnico do Estudo de Impacte Ambiental da nova ETAR 3 recentemente inaugurada a 21 de Junho de 2021, das medidas de mitigação implementadas e do plano de acompanhamento e de informação ao público, indicando também o link online onde estes elementos podem ser consultados.

4)      Em alternativa, favor facultar cópia do plano municipal de gestão de riscos ambientais na nova ETAR 3 de Nelas e das medidas de proteção das populações a jusante, indicando também o link online onde estes elementos podem ser consultados.

5) No caso de ter havido dispensa do Estudo de Impacte Ambiental da ETAR 3, favor facultar cópia oficial do requerimento subjacente, incluído a fundamentação, os respetivos pareceres técnicos, a eventual decisão de dispensa, indicando também o link online onde estes elementos foram disponibilizados e podem ser consultados pelas populações afetadas.   

6)    Nos termos do artigo 4º (Dispensa do procedimento de AIA) do Regime Jurídico da Avaliação de Impacte Ambiental (AIA) Decreto-Lei nº 151-B/2013, favor facultar a lista das medidas de minimização dos impactes ambientais considerados relevantes a serem impostas no licenciamento ou na autorização do projeto, indicando também o link online onde estes elementos podem ser consultados.

7)      Favor facultar informação sobre outros elementos e medidas relevantes à proteção das populações afetadas, nomeadamente o plano de acompanhamento do funcionamento da nova ETAR 3 incluindo o envolvimento das Partes Interessadas a jusante em Beijós e Carregal do Sal, indicando também o link online onde estes elementos de acompanhamento podem ser consultados.

8)      Mais, venho solicitar que sejam identificadas as autoridades municipais, regionais e nacionais com responsabilidade na gestão de riscos ambientais das ETARs e se possível a identificação das autoridades, serviços e respetivas Unidades Orgânicas envolvidas.

9)      Solicito também ser informada e orientada acerca dos regimes jurídicos, incluindo os requisitos de cumprimento das obrigações legais aplicáveis à defesa dos direitos de populações afetados pelos efluentes de Nelas e dos respetivos territórios, nomeadamente a Ribeira de Travassos, em Beijós e Carregal do Sal.

Beijós, 25 de junho de 2021