Translate

Formado grupo no Facebook para ajudar a salvar a Casa do Passal

terça-feira, 22 de junho de 2010
Na rede social Facebook foi criado o grupo "Salvar a casa de Aristides de Sousa Mendes", por Regina Azevedo Pinto, uma advogada estagiária. Desde 29 de Maio já aderiram à causa mais de 11.000 membros.


Regina pretende reabilitar a casa do Passal. Foto por Jornal do Centro


Esta acção pretende a reconstrução da casa do Passal, numa altura em que passaram 70 anos desde que Sousa Mendes começou a emitir vistos que permitiram a fuga de França a milhares de judeus que fugiam aos nazis. Segundo o diário As Beiras, Regina já entregou uma lista de nomes de membros do grupo ao presidente da Fundação Aristides de Sousa Mendes, o seu neto Álvaro de Sousa Mendes. Para além disso, a casa do Passal foi forrada com as caras dos elementos do grupo, tal como se pode ver na foto em cima.

A acompanhar a lista de nomes, Regina deixou também uma petição, que Álvaro de Sousa Mendes entregará ao presidente da Assembleia da República, para que a velha casa em ruínas seja rapidamente restaurada e apoiada a sua transformação em “Escola de Cidadania”. Em declarações à Antena 1, Regina afirmou que esta escola teria como “função principal a divulgação dos direitos humanos e parcerias pedagógicas com as escolas, a nível nacional, para não deixar morrer a vida e obra de Aristides de Sousa Mendes”. Para o efeito são necessários cerca de dois milhões de euros, “aproximadamente 0.08 % do total gasto na reabilitação do património escolar”, como está escrito na descrição do grupo. Seria portanto aproveitado o programa de renovação do Parque Escolar, aproveitando as verbas disponibilizadas pela União Europeia para o dito programa. Afirma também que já obteve apoio por parte dos principais líderes partidários.

Em declarações ao jornal As Beiras, Álvaro de Sousa Mendes disse que “as entidades envolvidas se têm que esforçar e que é necessário um pontapé de saída como o desta petição para que a casa seja transformada numa escola de paz”.


Link para o grupo no Facebook.

0 Comentários:

Enviar um comentário