Translate

Neta de sacristão ...

sábado, 7 de agosto de 2010


Neta de sacristão, sabe badalar


Manda a tradição, subir à torre da igreja e anunciar a boa nova
- casamentos
- baptizados
- visitas ...


Anabela Costa, neta de André da Costa, filha de António e Emília, irmã de Maria Teresa e Victor (falecido)


8 Comentários:

Anónimo disse...

Ainda existe a "figura" de sacristão?

Anónimo disse...

O sino soava nos quatro cantos de beijós, meu avô não permitia que chegassemos atrasados à missa. Nos dias de festas, o meu sonho era também poder subir e tocar o sino. Aquilo para mim representava uma alegria especial, e uma coisa proibida para as meninas, cheguei a subir algumas vezes, mas só via de longe. Havia umas grades que ficavam fechadas. No dia que cheguei, levei meus filhos para conhecerem, e não resisti,cheguei mais perto, as grades não existem mais, e os sinos também já não são mais tão grandes e imponentes como eu os via quando tinha 7,8,9..anos. Esperei mais de trinta, mas valeu a pena. A emoção foi tão grande quanto os sinos eram para mim naquela altura.

Amo Beijóz.

Anabela.

Anónimo disse...

Anabela,não sei quem é,tão pouco sei o nome de seus pais,e muito menos quem era o Sacristão (seu avô)...

Anónimo disse...

anabela , da maneira que falou ate parece que voce cresceu e os sinos encolheram...lol

beijokense disse...

André da Costa foi sacristão. Não sei se o seu pai, Alexandre da Costa, também foi, mas sei que o tio-avô, Caetano da Costa, foi-o de certeza.

Anabela, mesmo com sinos "mais pequenos" e a fechadura destrancada, nota-se a emoção da tua experiência. Eu gostei do teu relato.

beijokense disse...

André da Costa foi sacristão. Não sei se o seu pai, Alexandre da Costa, também foi, mas sei que o tio-avô, Caetano da Costa, foi-o de certeza.

Anabela, mesmo com sinos "mais pequenos" e a fechadura destrancada, nota-se a emoção da tua experiência. Eu gostei do teu relato.

Anónimo disse...

o Pai da Anabela Antonio Santos da Costa foi sacristao,
o Alexandre Santos da Costa e' tio da Anabela.

Anónimo disse...

Mas se lerem com atenção o beijokense kdo se referiu a Alexandre Costa estava a referir-se ao pai de André da Costa, meu bisavo e nao ao meu tio...
mas segundo a minha mae todos os meus tios ajudaram a tocar os sinos para a missa e para outros afins...

mas para quem nao sabe ou para quem nao conheceu André da Costa ele não foi só sacristão, foi carpinteiro de profissao e se Há coisa que me orgulha foi de ele ter sido "professor"...
digo professor, porque sendo das poucas pessoas do seu tempo que sabia ler e escrever muitas vezes ensinou o k sabia à noite a outras pessoas do seu tempo...

ass: Ncosta

Enviar um comentário