Translate

Mais um Babete

sábado, 9 de outubro de 2010

Nasceu ontem ás 11h30 no Hospital de Viseu a Maria Inês Peixeira Bernardo, minha Sobrinha-Neta, e filha de Paulo Jorge da Costa Bernardo e Tânia Isabel Peixeira Melo.
Nasceu com 3700 gr e com 48cm, o parto normal correu bem e está tudo bem com a mãe e a filha.
O Beijós XXI dá os parabéns aos Pais babados, aos avós e à restante familia.
Posted by Picasa

Nascimentos - 30

22 Comentários:

cristina Nunes disse...

Muitos parabens para toda a familia...e um grande beijinho para a Maria Ines.Dos primos muito orgulhosos...

Anónimo disse...

A minha prima é linda!!!!!!
Muitas felicidades.... Bjs da Marta

Anónimo disse...

Muitos Parabéns!
CC

Hawk76 disse...

Muitos parabens para os pais e avós.
Bem-vinda Inês.

Ângela Almeida disse...

Muitos PARABENS para a Ines e papás pois ela é muito linda beijinhos e muitas FELICIDADES e SAUDE desejam a Madalena Ângela e Jorge

António disse...

Felicidades para a Maria, bem-vinda.

Parabéns aos pais, avós e bisavós.

Carla Cerdeira disse...

Muitos parabêns para os papás e muitas felicidades para a INÊS! Tudo de bom para vocês, são os votos da Carla,Carlos e Carolina!!!!

Anónimo disse...

k coisa mais fofinha parabens para toda a familia e k deus lhe dÊ toda a bençao k ela merece bjssss

Marco disse...

Parabéns, muitas felicidades.

Anónimo disse...

muitos parabéns para os pais.avós,e para o resto da familia

Carlos Peixeira Marques disse...

Bem vinda sejas, Maria Inês. Felicidades!

Linda disse...

Muitos parabéns e felicidades

António disse...

Recordo que a Maria tem dois tios-avôs no Beijós XXI.

Isto faz quase um Blogue de avós.

smpc83 disse...

Parabéns pela linda menina!!!
Parabéns pela chegada da tão esperada Princesinha.
Desejo que esta linda menina cresça com muita saúde e com certeza dará a vocês muitas alegrias...

VIVEIROS-BATISTA disse...

parabéns e felicidades

Carlos Baptista disse...

Parabéns aos pais.

BATISTA disse...

Olá " Tanosca" toda babada não é??? Parabéns para ti, para o Paulo e as maiores felicidades para a Maria Inês.

Maria do Céu disse...

Parabéns aos pais, avós e restante familia. Para a Maria Inês desejo as maiores felicidades.

roger.a disse...

Parabéns aos Pais e toda a Família.

Anónimo disse...

Tão fofinha mas não sei onde foste pois ela já tem um penteado vai lá vai.
Muita saude para todos beijinhos:)....

fatima disse...

Parabens a toda a familia, a Maria Ines e muito linda.muita saude e felecidades

Bebés na internet para quê? disse...

Publicado no site "Ciência Hoje" em 15/10/2010.

"80% dos bebés com menos de dois anos aparecem na internet
Estudo da AVG realizado em dez países ocidentais 2010-10-08

Bebés americanos são os que mais aparecem em redes sociais e motores de busca
Em média, oito em cada dez crianças têm uma presença digital antes dos dois anos de idade, revela um estudo realizado em dez países ocidentais pela empresa AVG.

No topo da tabela encontram-se os Estados Unidos da América, com fotos de 92 por cento dos bebés americanos em algum site. Em segundo lugar aparece a Nova Zelândia com menos um ponto percentual do que o país líder. Seguem-se, com 84 por cento, o Canadá e a Austrália.

Foram investigados outros países como França, Alemanha, Espanha, Reino Unido, Itália e Japão, o único em que a presença online de bebés é inferior a 50 por cento.
Apenas 33 por cento das mães que colaboram com o estudo revelaram ter sido elas a publicar as fotos dos seus filhos na internet, o que implica que outros familiares ou amigos sejam responsáveis pela presença online dos bebés.

De acordo com a AVG, este processo apresenta riscos. As fotos podem ser inofensivas, mas toda a informação que têm anexada – datas de aniversário e nomes, por exemplo- facilita a vida de cibercriminosos, que futuramente, depois de os bebés crescerem, podem usar esses dados para roubar informações como códigos secretos.

Pais preocupados com protecção dos filhos

Um outro estudo, coordenado pela Zogby International indica que grande parte dos pais considera que os filhos partilham informação online em demasia. Além disso, na opinião dos inquiridos, as redes sociais e os motores de busca não protegem suficientemente a privacidade destes utilizadores mais novos.

Dos 2100 pais que colaboraram neste estudo, 90 por cento revelam estar “preocupados” com o excesso de informação pessoal publicado pelos filhos na internet e 75 por cento consideram “negativos” os esforços das redes sociais para protegê-los."

Enviar um comentário