Translate

Unidade de rastreio do cancro da mama em Carregal do Sal

quinta-feira, 18 de novembro de 2010
Uma unidade móvel de mamografia do Núcleo Regional do Centro da Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC) está desde dia 15, e até ao final de Dezmbro, junto ao Centro de Saúde de Carregal do Sal. A unidade estará a atender das 9h às 12h30 e das 14h às 17h, de segunda a sexta, e o serviço é gratuito.

Segundo o site da Liga Portuguesa Contra o Cancro, as mulheres inscritas no Centro de Saúde serão convocadas por carta para efectuar o rastreio. O programa está aberto à população feminina entre os 45 e os 69 anos, residente no concelho e interessada em fazer o exame.

Para marcações ou informações adicionais, pode contactar o Centro de Coordenação do Rastreio, através do telefone 239 487 495/6 ou através do seguinte e-mail: rcmama.nrc@ligacontracancro.pt .

Esta unidade de rastreio só voltará a estar no concelho daqui a 2 anos.


Copyright LPCC

2 Comentários:

Anónimo disse...

É cientificamente provado pelos médicos especialistas, que a detecção da doença em ESTÁGIOS INICIAIS,favorece as possibilidades de tratamento,ou até mesmo a cura.

A conscientização da necessidade da prevenção, não só neste caso, mas, falando de doenças em geral, é importantíssima.

No caso do cancro, julgo importante lembrar do AUTO-EXAME, que tem ajudado muitas mulheres que sofrem com este nal, pois em geral, procuram os médicos especialistas ao perceberem anormalidades.

O cancer de mama, ao contrário do que a maioria das pessoas tem conhecimento,e apesar de mais comum entre as mulheres,também é uma doença detectada em homens.
Infelizmente, é conhecida como uma doença silenciosa.

A prevenção é o melhor remédio e SAÚDE é fundamental.

Anabela C. Costa








. Em números menores, mas também pode

Anónimo disse...

Correção:
- ...ajudado muitas mulheres que sofrem com este MAL, pois em geral....

- O cancer de mama, ao contrário do que a maioria das pessoas tem conhecimento,e apesar de mais comum entre as mulheres, é também detectada em números menores, nos homens.


Anabela C.Costa

Enviar um comentário