Translate

Uma Aventura nos agrupamentos de escolas

quinta-feira, 16 de setembro de 2010
Maria Isabel Girão de Melo Veiga Vilar, a Ministra da Educação que é conhecida pelo nome artístico de Isabel Alçada, deu uma entrevista ao Público. Como o assunto da extinção dos agrupamentos de escolas do concelho e criação do novo Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal foi assunto de vários artigos neste blogue, destaco a respectiva parte da entrevista:

P: Há uma poupança com a criação dos mega-agrupamentos?
R: Não são mega, nenhum é maior do que os que já existiam. A intenção não é poupar dinheiro. O que pretendemos é melhor articulação e não fusão de escolas.
P: Mas há menos directores.
R: Mas cada escola tem a autonomia no quadro do agrupamento e a relação de proximidade com as crianças mantém-se.
P: Qual é o benefício desta mudança?
R: Haver melhor acompanhamento dos percursos educativos e melhor gestão financeira e administrativa.

Agora as minhas perguntas:
  1. Para que serve o benefício «melhor gestão financeira» se «a intenção não é poupar dinheiro»?
  2. Será que por «melhor articulação» a Ministra entende ter no ensino secundário alunos com programas educativos e metas de aprendizagem equivalentes ao 1.º ciclo do básico? Se sim, é melhor integrarem também o superior, onde já há casos com as mesmas necessidades!
  3. Admitindo que os agrupamentos se definem em subconjuntos dos números naturais, como é possível extinguir 2 agrupamentos e mais uma escola e juntar tudo noutro agrupamento que «não é maior do que os que já existiam»?

2 Comentários:

Anónimo disse...

Isto é mais uma trapalhada, que não beneficia nem alunos nem professores, nem ninguém.
Teoria Socrática no seu melhor.
Pior que esta trapalhada só mesmo as Scuts e os chips

Anónimo disse...

Adoro ouvir e ver a sic notícias! Hoje o debate foi sobre endividamento do nosso país!

Pois bem a crise económico mundial, confesso custa me acreditar se existiu ou não acredito mais que foi um boato grande!

A França Alemanha Polónia Itália países baixos, lestes até Espanha economia emprego está melhorar! Força de vontade nestes países não falta!
Pois bem com tanto investimento que está para vir o caso TGV puffff não sem para que!
As grandes obras são claro que o nosso país está endividado!
Esquecem a saúde o emprego educação e justiça!
Explicem porque?
Porquê,é simples,há 14 anos para cá davam subsídios a toda gente, era uma alegria hoje quem paga são as pessoas que sintam mais dificuldades, “doentes, pobres pessoas que não tem possibilidades de pagar as suas dividas etc “ já agora também davam subsídios á aqueles que podiam trabalha de mão beijada.
O parlamento precisa de políticos competentes, e que cortam também os seus salários! Investir no turismo, na agricultura, começar exportar para outros países etc!
Meus senhores eu não precebo de politica nem precebo vossa politica, mas nos livros de história diz que já passaram 36 anos do 25 de Abril, pois bem esses 36 anos foi uma vergonha para nosso país e para Europa! Não se houve nenhuma noticias óptima, estamos a beira de uma valência!

Enviar um comentário